Etiquetas

quinta-feira, 2 de março de 2017

O aproveitamento político das forças populistas

A polémica em torno de François Fillon é uma grande ajuda para a candidata da Frente Nacional. Mesmo que Le Pen seja processada por ter partilhado imagens violentas nas redes sociais, não é mais grave que a questão ligada ao candidato da direita à Presidência da República.

O assunto na ordem do dia em França confere legitimidade ao discurso de Le Pen. À medida que se vão descobrir os podres dos principais políticos franceses, aumenta o sentimento anti-establishment que garantiu a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos. 

Nos últimos anos, sucederam-se os escândalos em redor de ex-presidentes e candidatos ao Eliseu. Não será estranho se François Hollande também tiver esqueletos no armário. 

A nova geração de políticos europeus possui mais deficiências que qualidades, acabando por ser natural o surgimento de divisões e falta de capacidade para resolver os problemas. A maioria deles também está associado a questões menos honestas. Isso tudo tem sido bem aproveitado pelas novas forças ditas populistas e demagógicas, onde alegadamente sempre imperou a honestidade política e moral. 

A culpa das mudanças políticas, sociais e económicas no espaço europeu não surgem por acaso. O caso francês é um de muitos utilizado para ganhar eleições. 

1 comentário:

João Menéres disse...

Uma classe de políticos sem vergonha e sem brio.

Share Button