segunda-feira, 6 de março de 2017

Quem ganha com isto?

A troca de acusações entre Cavaco Silva e José Sócrates chegam em má altura porque os dois passaram rapidamente à história da agenda mediática. 

Os dois saíram dos respectivos cargos em baixo. Cavaco Silva obteve os índices de popularidade mais baixo de todos os Presidentes da República, enquanto Sócrates perdeu as eleições legislativas em 2011 e dificilmente voltará a ocupar um cargo público. 

O momento não é o mais apropriado para vendettas privadas ou políticas porque o país já seguiu em frente. Existem novos protagonistas no dia-a-dia. 

Apesar de tudo, a história contada por Cavaco Silva interessa mais do que as mentiras proferidas pelo anterior primeiro-ministro. O país já está farto das invenções de Sócrates. No plano político, ninguém vai acreditar em mais nenhuma palavra que o socialista tenha necessidade de transmitir aos media.

O modus operandi tamém revela diferenças entre os dois. A publicação do livro do ex-Chefe do Estado tem conteúdo relevante sobre a vida política nacional. Por outro lado, também já ninguém tem paciência para a postura de coitadinho de Sócrates.

As mudanças políticas não terminaram com uma história que deve ter mais episódios. 

Sem comentários:

Share Button